Dicionário multilingual de produtos alimentares · Saiba o que você come!



Você se aqui: BebidasBebidas alcoólicasVinho





↑ top · Índice



Vinho frisante da Alemanha

O Vinho frisante é um vinho, com um teor alcoólico mínimo de 8,5 Vol.-%, que em caso de 20° C apresenta uma pressão de gás carbónico de 1 a 2,5 atmosferas e que frisa claramente. A denominação vinho frisante deve ser marcada na etiqueta. Os vinhos frisantes apresentam um grupo especial de bebidas. Não pertencem nem aos vinhos espumosos nem aos vinhos tranquilos (vinhos que não são espumosos). Além disso, o vinho frisante não deve ser colocado em venda em garrafas reservadas para vinhos espumosos. Pois, o vinho frisante Não está sujeito aos impostos sobre espumantes na Alemanha e poderia ser confundido facilmente com um vinho espumante.


↑ top · Índice



Procedimento para a elaboração do vinho frisante


Podemos diferenciar três procedimentos para a elaboração do vinho frisante:

  • Subministração de anidrido carbónico/a> (anidrido carbónico exógeno) a um vinho tranquilo. A introdução de anidrido carbónico é efectuada através do chamado procedimento de impregnação.
  • A fermentação de mosto é efectuada em tanques de pressão. O anidrido carbónico não pode sair de estes tanques de pressão e se incorpora no vinho.
  • Deixar fermentar o vinho com um pequeno teor em açúcar residual Sempre sem fermentar, para obter a quantidade de anidrido carbónico desejado (carbónico endógeno). Fala-se também da refermentação do vinho.

↑ top · Índice



Procedimento MicoTener

A maior parte dos produtores de vinho frisante recolhem o anidrido carbónico procedente da primeira fermentação. Este é reincorporado no produto definitivo; o vinho frisante é criado. Desta maneira, o anidrido carbónico próprio do vinho pode ser limpo, preparado e mais tarde incorporado no vinho segundo as especificações legais correspondentes. Para isso, é aplicado, entre outros, o chamado procedimento MicoTener. Aqui, o anidrido carbónico próprio do vinho é prensado no vinho através de uma microconcentração a alta pressão. Assim, o vinho frisante obtém através deste procedimento um friso fino, muito homogéneo e duradouro. O friso pode-se comparar com o de um espumante que madurou vários anos na garrafa em naves de maturação por fermento. O procedimento MicoTener encarrega-se de que não se dissolvem no vinho pertinentes tonos falsos. O procedimento é aplicado de momento apenas pela cave de espumante de Gibbert.

Se o vinho frisante foi elaborado com anidrido carbónico, isso deve ser marcado correspondentemente na etiqueta.


↑ top · Índice



Vinho frisante da Áustria e da Suíça

Na Áustria, o vinho frisante tem até 40 g de açúcar fermentado por litro E até 12%vol de álcool. O vinho frisante austríaco pode apresentar numa temperatura de 15 °C Uma pressão de anidrido carbónico de entre 0,5 e 2 atmosferas. Na Suíça O vinho frisante é produzido de uvas de tipo Vinifera. O vinho frisante suíço deve apresentar uma Pressão de anidrido carbónico de 1,6 a 2,5 bar. O anidrido carbónico introduzido total ou parcialmente deve ser marcado com a seguinte expressão impregnado com anidrido carbónico/i> . O teor alcoólico deve alcançar um mínimo de 8% de volume.


↑ top · Índice



Sabor do vinho frisante

Publicidade

O vinho frisante distingue-se pela sua ligeira doçura. Esta doçura equilibra o "picante" do anidrido carbónico no sabor.

Até aos inícios dos anos cinquenta do século vinte, o vinho frisante foi uma bebida muito apreciada Na Alemanha, mas passou cada vez mais de moda. Apenas nos finais do século vinte, o vinho frisante renasceu através da importação de vinhos frisantes italianos, o Prosecco frizzante na Alemanha. Entretanto também se vendem outra vez bem os vinhos frisantes alemães. Estes vinhos frisantes são vendidos na maioria sob a denominação Secco.


↑ top · Índice


Me siga

foodlexicon.org @ google+:



↑ top · Índice


Ladezeit: 0.005972 Sekunden